sexta-feira, 4 de abril de 2008

Falta Assunto?

Se eu pudesse escolher um tema. Apenas um para que sirva de base, fixação, um tema musa (ou muso), para eu inaugurar esse blog, não daria certo. Sem dúvida eu cairia no banal e falaria sobre a minha falta de assunto. Apesar do que, acredito que escrever sobre não se ter nada a dizer e, conseguir mesmo assim a atenção de um leitor, é um feito considerável. Já vi inúmeros ilustríssimos autores o fazerem. O próprio músico, cronista, poeta, boêmio e etc., Vinícius de Moraes já o fez. Afirmou ser um recurso de ultima instância, bastante gasto, mas que pode resultar no inesperado. Talvez eu, mera aspirante a escritora - de acordo apenas com meus anseios – esteja precipitando em usar a minha falta de assunto tão cedo. Não possuo um histórico de crônicas, vasto o suficiente para não ter mais sobre o que falar. Pensando bem, não é o caso dessa crônica. O que vocês presenciam aqui é uma falta de tema. Pronto, é esse meu assunto. Desculpem-me essa narração confusa para concluir o óbvio, mas foi necessário. Proponho portanto o seguinte. Que tal se escrevermos nesse blog pequenas crônicas, pois tudo o que você imaginar, pode vir a ser uma. Não que as pessoas queiram saber sobre o seu, meu, o nosso cotidiano. Tenho receio que não sejam tão interessantes (sem dizer que a nossa vida seja monótona, sei que não é). Mas é um teste. Se soubermos falar sobre o desinteressante de forma que interesse a alguém, alcançaremos um pequeno sucesso na nossa vida de redator. Falaremos de tudo. Cinema, propaganda, música, comida e bobagens.E eu fico tranqüila, porque ainda posso, futuramente, talvez até aqui neste espaço, escrever uma bela crônica sobre a minha falta de assunto.

2 comentários:

b r u n o disse...

Boa crônica Ritinha! A falta de tema realmente pode ser um bom assunto. Quando a vontade de juntar as palavras é maior do que qualquer coisa, percebe-se como elas são importantes para a gente. Apesar de terem nascido para nos ajudar a falar de outras coisas, muita vezes criam seus próprios significados. Concordo com sua idéia de escrever crônicas por aqui! Vida longa ao blog! :D

bjos..

taleco. disse...

Parabéns pra rita, que passou por cima de um sorteio desmotivante (todos com cara de tomara que não seja eu) e inaugurou de vez (e bem) este blog.
Agora começa o ciclo, e creio que a gente vai deslanchando de pouco em pouco, até conseguirmos achar inspiração em qualquer felicidade instantânea que nos ocorra no meio de um dia normal, e corrermos para a internet pra escrever mais um texto.
Ou não, mas não quero começar com pessimismo.
Como o Bruno disse, as palavras criam seus próprios significados. Bem filosófico isso hehe
É isso então.
Vida longa ao blog!

Prometo que não vou escrever piadas aqui viu rita! haha

Bjo